quinta-feira, 24 de março de 2011

Da impensável ajuda ... á coligação ampla !!!

O panorama politico português revela-se surpreendente à luz dos conceitos que aprendi a respeitar e que me formaram para a vida.
Respeitar princípios é um deles.

Ontem, o governo do Partido Socialista caíu, porque comunistas e bloquistas, juntaram os seus votos aos partidos da direita PSD+CDS...

Impensável violação de princípios...

Hoje, ouvi a direita dizer ... Agora, para vencer a crise é necessário que para o próximo governo e num sentido patriótico, este, assente numa ampla coligação do PSD do CDS ... e do PS !!!

Outra impensável violação de princípios ...
O que se esperaria, era ampla coligação PSD+CDS+PC+BE ...

A violação de princípios corrompe ideias e ideais ...

Será que este sistema dito democrático, interpretado por violadores de princípios, não caminha aceleramente para o descrédito total...

2 comentários:

emilio disse...

MUDAR É URGENTE!
Nós os portugueses já esgotamos a confiança nestes politicos e queremos a todo o custo eleições.As medidas de austeridade do PEC4 não eram bôas,mas se calhar ainda virão outros PECS(piores) independentemente do partido ou partidos que virão a ser governo.A culpa é nesta altura irrelevante,embora a possamos imputi-la a todos os politicos que ao longo de anos foram contribuindo para esta situação,juntando á crise externa.Nós também sabemos que Socrates foi um cancro para a maioria dos portugueses,agora vamos precisar de muitas doses de antibioticos para nos livrar-mos dele e do PS. Depois desta desgraça toda,acho que é chegada a hora do Sr.Presidente da República intervir,mostrando tudo aquilo que tanto apregoou, e reunir com todos os partidos com assento na assembleia da república.È a altura do Sr.PR tomar uma posição e com os poderes que tem criar alternativas para a solução desta situação,já que os politicos não mostram competencia.Eu sei é dificil,mas ficaria-lhe bem tentar uma solução que passasse pela Unidade Nacional,e isto era o quê? seria tentar um governo com TODOS os partidos que têm assento na Assembleia da República.Acho que chegou a hora do entendimento de todos,apesar das grandes diferenças,porque o que está em causa agora, é o futuro de Portugal.Deixem de lado a luta pelo poder porque o momento é dramático.Esta seria uma solução.Outra(mais dificil)passaria por pessoas que nada têm a vêr com partidos,(gente de grande sabedoria e experiencia dos mais variados quadrantes da nossa sociedade)formassem um governo com a supervisão do Sr.Presidente da República.Mas infelizmente, parece que nada disto virá a acontecer,porque temos maus politicos,tanto no governo como na oposição.Dito isto,resta-nos aguardar pela melhor solução,por Portugal e pelos portugueses.

Unknown disse...

Enquanto o zé povinho não passar a ser POVO temos de nos ir arrastando.
Vitor Pereira